Aves

Quarto maior aviário do Brasil

Quarto maior aviário do Brasil

Guará - Eudocynus Ruber

Reprodução do habitat natural de Mata Atlântica

Reprodução do habitat natural de caatinga

Arara-vermelha (Ara chloropterus)

O Zoológico de Salvador é destaque na proteção de aves.

Com espécies de aves entre pássaros canoros, psitacídeos, gralhas, aves de rapina e aves migratórias (em períodos sazonais), o Zoo possui um aviário que reproduz o habitat natural dos animais, em cenários enriquecidos com cachoeiras, solo e vegetação nativa dos biomas Mata Atlântica, Caatinga e Manguezal.

O aviário, quarto maior do Brasil, é condicionante do processo de autorização de resgate e monitoramento de fauna, de emprendimentos da Mirabela Mineração do Brasil. A nova morada das 42 espécies de aves inclui o sistema walking through, que permite ao visitante andar no ambiente interagindo com as ararajubas, canários, cardeais e azulões. O viveiro das aves tem 900m² e conta com artifícios como correntes de ar, árvores nativas exóticas, onde os pássaros ficam aninhados.

O Zoo integra o processo de elaboração da primeira Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção específica para a Bahia, com base nos critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, em inglês), uma documentação científica que demonstra os animais com elevado risco de desaparecimento na natureza em um futuro
próximo. Todas as aves são monitoradas para que seus hábitos sociais e reprodutivos sejam preservados. Para facilitar esse trabalho, elas recebem um número, que é gravado em um anel de alumínio e colocado na pata de cada ave.